Frio e calor exagerados podem desencadear rosácea

22/07/2011 16:49

RIO - No inverno, a maioria das pessoas sente que a pele e o cabelo ficam mais ressecados, e os lábios racham, nada que cuidados básicos de hidratação não resolvam. Mas quem tem rosácea pode dizer realmente que sente na pele os efeitos do tempo rigoroso. Tanto o frio quanto o calor exagerados costumam maltratar quem sofre dessa inflamação crônica, que costuma ser confundida com a acne simples. A rosácea, no entanto, começa com vermelhidão na parte central do rosto e dilatação dos vasos. Com o tempo, surgem também pápulas, que são lesões avermelhadas e elevadas.

Algumas pessoas relatam queimação e coceira na área atingida, mas a dermatologista Márcia Pontes Fajardo, diretora da Sociedade Brasileira de Medicina Estética, diz que esta característica não é tão comum. A causa da rosácea é desconhecida, não há um agente que possa ser eliminado. A inflamação é controlada com tratamento, e pode voltar a aparecer, precisando ser acompanhada constantemente.

A maioria dos pacientes é mulher com mais de 30 anos. Quando os homens têm rosácea, no entanto, os casos costumam ser mais graves. Em estágios avançados da inflamação, principalmente nos pacientes do sexo masculino, ela pode evoluir para rinofima - aspecto de aumento do volume do nariz, com poros abertos - ou podem aparecer pústulas - inflamações na pele com pus que lembram espinhas.

Além do frio e do calor exagerados, o sol e alguns alimentos, como café, bebidas alcoólicas e condimentos, como picles e pimenta, podem desencadear a rosácea. Em alguns casos, eles também são responsáveis pela sensação de coceira no rosto.

Para controlar os casos de inflamação avançada, alguns dermatologistas receitam um antibiótico via oral, associado a produtos para serem usados diretamente na pele, como substâncias calmantes que melhoram a vermelhidão. Há também sabonetes antibactericidas, hidratantes e ácidos que podem ser associados ao tratamento, sempre sob recomendação médica. O indispensável, no entanto, é o protetor solar para evitar manchas.

- Muitos pacientes têm resistência a cuidar, porque acham que têm acne e preferem não hidratar a pele. Eles acreditam que se usarem hidratante vão piorar a vermelhidão - explica a Dr. Márcia.

Para evitar que a rosácea volte a se manifestar, ela recomenda que os pacientes continuem o tratamento com o dermatologista, mesmo depois que a inflamação estiver controlada.


Fonte : O Globo