Inflação cai, mas taxa acumulada é a maior desde 2005

07/07/2011 13:21

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação oficial do país, ficou em 0,15% em junho, uma taxa menor do que a registrada no mês anterior, de 0,47%.

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que divulgou nesta quinta-feira (7) o índice, a taxa menor se deve à redução dos preços de alimentação e transportes. Na alimentação, houve forte queda no preço da batata e cenoura, e desaceleração no aumento dos preços do queijo, leite e açúcar.

A queda de preços do setor de transporte aconteceu principalmente devido ao etanol, que caiu 8%. Já o litro da gasolina, que tinha ficado mais caro em maio, caiu 3,9%. Entretanto, passagens aéreas ficaram mais caras, e tarifas de ônibus urbanos aumentaram em Goiânia, Belém e no Rio de Janeiro. Os produtos que tiveram maior inflação foram os artigos de vestuários e de residência, especialmente mobílias e eletrodomésticos.

Apesar da desaceleração mensal, em 12 meses a inflação oficial do país acelerou, e ficou em 6,71% - acima dos 6,55% relativos aos 12 meses imediatamente anteriores