Universidade da Paraíba constrói campus dentro de presídio

22/09/2011 19:25

A Universidade Estadual da Paraíba deve entregar em dezembro o primeiro campus construído dentro de um presídio no Estado.

O Conselho Universitário da instituição aprovou na semana passada o projeto da unidade na penitenciária de Campina Grande (a 130 km de João Pessoa) Raimundo Affora, conhecida como Serrotão.

As aulas, exclusivas para os detentos, terão início em fevereiro de 2012.

A iniciativa surgiu no fim do ano passado após uma visita da reitora da universidade, Marlene Luna, ao presídio. Segundo Luna, o objetivo é melhorar a condição de vida dos detentos e evitar que eles voltem a cometer crimes depois de libertados.

As obras começaram há cerca de três meses, com mão de obra dos presos --eles produzem até parte dos tijolos usados-- e doações.

O campus oferecerá aulas para todos os níveis, da alfabetização ao ensino superior, incluindo cursos profissionalizantes. Os professores de alfabetização serão alunos de licenciatura da universidade.

Está prevista também a construção de berçário e de consultório pediátrico para a ala feminina, além de salas multiuso e biblioteca.

No total, a universidade pretende investir R$ 300 mil.

Cerca de 1.500 pessoas estão presas no Serrotão, segundo dados de julho da Secretaria de Estado da Administração Penitenciária.

 

Fonte :Folha.com

Comentario: Dra. Elmira S. Xavier

Advogada Criminalista em São Paulo.

draelmira@flagranteurbano.com.br