Descubra Londres na rota das Olimpíadas

Descubra Londres na rota das Olimpíadas

Partindo dos pontos onde serão realizados os jogos olímpicos, conheça as principais atrações da capital inglesa

Na cidade mais cosmopolita da Europa roteiros turísticos não faltam. Em Londres, na verdade, não é preciso planejar muito porque praticamente em todos os cantos você encontra algo interessante e divertido para fazer, tamanho é o número de atrações. É como disse o escritor e poeta Samuel Jonhson em 1777, “Quando um homem está cansado de Londres, ele está cansado da vida”.

São muitos os temas possíveis para guiar suas descobertas em Londres, mas com a proximidade das Olimpíadas de 2012, preparamos um roteiro pautado nos locais das provas para você enriquecer ainda mais seu diário de viagem e voltar ao Brasil pronto para assistis aos Jogos.

Além do parque Olímpico, as competições serão realizadas em outros 14 pontos de Londres e também em outras oito cidades espalhadas pelo Reino Unido. Prepare o mapa e a disposição e confira as atrações em cada região da cidade e fora.

A primeira parada obrigatória é a zona leste de Londres, considerada uma das áreas mais criativas e com a melhor vida noturna alternativa na cidade. É lá, mais precisamente em Stratford, que fica o parque Olímpico, onde foi construído o estádio, a vila Olimpíca, o velódromo, o centro aquático e outros locais para provas. O bairro em si não oferece muito, mas conta ainda com o Westfield Stratford City, considerado o maior shopping da Europa. Com a proximidade dos jogos, foi criada também as caminhadas olímpicas pela área, isto é pequenos tours feitos a pé, sem, entretanto, dar acesso ao parque olímpico.

No restante da zona, destaque para a área de Hoxton, conhecida por galerias de arte como a White Cube e pela cena noturna com bares e clubs, e Brick Lane, onde, aos domingos, é possível visitar um mercado de pulgas com roupas e design fantástico.

“O Brick Lane Market tem 100 stands e você pode achar roupas e acessórios vintage além de antiguidades”, explica Paul Morris, que faz parte da organização do mercado. Ele conta que a região sempre foi conhecida por abrigar imigrantes e tem uma cultura muito rica. “Nos últimos 20 anos a área tem atraído jovens artistas e a vida cultural é intensa”, acrescenta Morris. Aos domingos, você ainda pode passar pelo mercado de flores Columbia Flower e pelo Spitafields Market, que é cheio de jovens estilistas.
 

Foto: Divulgação

Perspectiva do teleférico que cruzará o rio Tâmisa

Ali próximo, o centro de exibições ExCeL, com suas cinco arenas, abrigará diversas competições, como judô – esporte no qual os brasileiros tem grande chance de medalhas –, taekwondo, tênis de mesa, boxe e esgrima. Partindo de lá, será possível pegar o teleférico – prometido para ficar pronto até os jogos – para cruzar o rio Tâmisa até o no norte de Greenwich, onde também acontecerão competições de basquete, salto ornamental e ginástica artística.


Greenwich
A área de Greenwich é um pouco afastada do centro de Londres e por isso é bom separar um dia para conhecer a região. Além da arena North Greenwich, maior casa de shows de Londres (que lembra uma nave espacial), outras duas locações na região serão utilizadas durante as Olimpíadas: o parque onde acontecerão as provas de hipismo e pentatlo moderno e o Royal Artillery, onde serão realizadas as provas de tiro.

Em dias ensolarados, o parque é destino certo de milhares de pessoas. Na arena é possível conhecer a história da música britânica, no British Music Experience. Além desses, a área conta ainda com o National Maritime Museum e o Royal Observatory, que são excelentes opções culturais.
 

Região central
Na região mais central de Londres, perto dos principais pontos turísticos, como o parlamento inglês, o palácio de Buckingham, a Trafalgar Square e a roda gigante London Eye, serão realizadas as competições de vôlei de praia (na Horse Parade) e as chegadas e partidas da maratona e do ciclismo (no The Mall).
 

Foto: Getty Images

London Eye, próxima ao paralento inglês e outros pontos turísticos que receberão provas olímpicas

A Horse Parade é onde se comemora todos os anos o aniversário da rainha e fica ao lado da porta mais importante do Reino Unido, a número 10 de Downing Street, residência oficial do primeiro ministro. Atualmente é David Cameron quem mora lá, mas por Downing Street já passaramgrandes personalidades como Winston Churchill e Margareth Thatcher.

Já o The Mall é uma venida utilizada para cerimônias reais que liga o palácio de Buckingham à Trafalgar Square.

Ainda na região central, o Hyde Park será sede das provas de triatlo e maratona aquática. O parque é o maior de Londres e tem jardins belíssimos. Além de abrigar as competições olímpicas, durante o verão também sedia eventos culturais. Ao redor do Hyde Park estão diversas atrações turísticas e centros de compras de Londres.
 

Foto: Reprodução

Com a ajuda do Google Maps fica mais fácil organizar as visitas

Numa ponta está a Oxford Street, uma das principais ruas de comércio, o bairro de Mayfair com hotéis e restaurantes refinados e o palácio de Buckingham, residência oficial da rainha Elizabeth II. Na outra, o palácio de Kensington, residência em Londres do príncipe William e Kate Middleton; a High Street Kensington, onde também estão grandes marcas; além de Notting Hill, a charmosa área onde acontece aos sábados o Portobello Market.
 

Zona sul
Em direção ao sul de Londres, as ruas do palácio Hampton Court serão utilizadas durante as provas de ciclismo. O palácio, que foi casa de diversos reis e rainhas britânicos, entre eles o famoso Henrique VIII, fica na área de Richmond, conhecida pelo alto poder aquisitivo de seus moradores. No Hampton Court é possível conhecer a quadra de tênis mais antiga da Grã-Bretanha.

Próximo ao parque de Richmond, o tradicional estádio de Wimbledon, que todos os anos reúne a elite do tênis mundial e atrai multidões, será palco das competições de tênis nas Olimpíadas. Dentro da área do estádio está o museu Wimbledon Lawn Tennis, que conta a história do esporte e usa efeitos especiais para proporcionar ao visitante uma imersão no mundo do esporte.
 

Foto: Divulgação

Estádio de Wembley, em Londres

Na mesma região fica o maior estádio de futebol do Reino Unido, Wembley, que será palco das finais de futebol nas Olimpíadas. Ele é a casa da seleção inglesa de futebol. “Nós recebemos cerca de 120 mil turistas por ano aqui em Wembley. São pessoas de todas as partes do mundo que vem conhecer a história do estádio”, conta Charlie McCracken, responsável pelos tours em Wembley. O estádio foi também sede das Olimpíadas de Londres em 1948 e agora foi todo reformado para os jogos de 2012.

Na arena de Wembley, onde hoje acontecem shows musicais, serão realizadas as competições de ginástica rítmica.
 

Zonas norte e oeste
Um dos esportes mais populares da Inglaterra – ao lado do futebol e do tênis –, o cricket também cederá um de seus principais campos, o Lord’s Cricket Ground (datado de 1814) para as Olimpíadas, no caso, para as competições de tiro com arco. Ele fica perto do parque Regent onde está o zoológico de Londres.
 

O Regent é um dos parques mais bonitos de Londres, uma obra do arquiteto britânio Jonh Nash, responsável pelo desenho da Regent Street e pela reforma do palácio de Buckingham no século 19. As principais atrações do parque são um jardim com mais de 30 mil rosas feito pelo rei Jorge VI em homenagem à rainha Maria e um teatro ao ar livre, onde de maio a setembro são apresentadas peças e musicais. O parque que era utilizado pelo rei Henrique Oitavo para caça tem também excelentes cafés.

Já quem for torcer pelo vôlei brasileiro no Earls Court, na zona oeste da capital, pode aproveitar para conhecer os museus gratuitos da Exibition Road, Natural History, Science e Victoria and Albert Museum.


Outras cidades
Fora de Londres, no lago Dorney, perto de Windsor, serão realizadas as provas de remo e canoagem. É em Windsor que fica o parque temático Legoland e também o castelo de Windsor, residência de fim de semana da rainha Elizabeth, com mais de mil anos de história.
 

Foto: Beatriz Prates

Perto de onde serão realizadas as provas de canoagem está o parque Legoland e o castelo de Windsor

Também fora da capital, em Essex, vão acontecer as provas de mountain bike. As competições serão na fazenda Hadleigh, perto das ruínas do castelo de Hadleight, construído no século14. Mais ao sul de Essex, o parque River Lee receberá as provas de canoagem slalom.

As competições de vela serão no sul da Inglaterra, na região de Dorset, em Portland e Weymouth, um balneário famoso entre os britânicos. Além de suas praias, há grande variedade de restaurantes e cafés para conhecer. “Durante os jogos na areia da praia de Weymouth nós vamos montar um telão para que os visitantes possam acompanhar as provas olímpicas de perto. Esperamos que 6 mil pessoas por dia visitem a nossa cidade”, diz John Tourgout, da prefeitura de Portland e Waymouth.

 

 

Fonte:Beatriz Prates, especial para o iG