Pesquisa inédita da VIAGEM E TURISMO traça perfil do turista brasileiro

Pesquisa inédita da VIAGEM E TURISMO traça perfil do turista brasileiro

Parceria com Ibope Inteligência e Confederação Nacional do Comércio permitiu conhecer os hábitos dos viajantes

 

Sim, beleza é o que mais importa para o turista brasileiro na hora de decidir o destino de uma viagem, tanto no Brasil como no exterior. Essa é uma das conclusões da inédita pesquisa “Quem é o viajante brasileiro?”, realizada pela revista VIAGEM E TURISMO em parceria com a Confederação Nacional do Comércio (CNC) e o Ibope Inteligência.

O estudo teve a participação de 6.115 leitores da revista VIAGEM E TURISMO em 17 estados e no Distrito Federal. Os resultados foram apresentados pelo diretor do Núcleo Turismo da Abril Mídia, Caco de Paula, pela diretora de redação da revista VIAGEM E TURISMO, Gabriela Aguerre, pelo diretor de negócios do Ibope, Helio Gastaldi, e pelo gerente de projetos estratégicos do Senac, Antônio Henrique Borges Paula, durante a Feira das Américas – Abav 2011, nesta quinta-feira, 20 de outubro, no Rio de Janeiro.

Na primeira fase do 11º Prêmio VIAGEM E TURISMO – A Escolha do Leitor (veja os vencedores), de 1º de junho a 20 de julho de 2011, foram colhidas informações que permitem compor um retrato aprofundado do turista brasileiro hoje. São dados quem incluem segmentação por perfil demográfico e sócio-cultural dos viajantes.

Um dado que chama a atenção na pesquisa é que a grande maioria dos turistas vem de famílias constituídas: 62% dos entrevistados são casados e 50% têm filhos. A imensa maioria desse público é qualificada e pertence às classes A (48%) e B (47%).

Frequência de Viagem

De acordo com a pesquisa, 41% dos brasileiros viajam três ou mais vezes por ano – duas vezes por ano é a média. Entre as classes C, D e E, a frequência é menor: 49% viajam uma vez ou menos por ano. “Os agentes e operadores de turismo têm de criar produtos direcionados para a classe C, sem esquecer de mostrar a esse público as ofertas para o segmento AB”, aponta Helio Gastaldi, do Ibope Inteligência.

Confiabilidade X Preço

Para 35% dos entrevistados, confiabilidade é a palavra-chave na hora de contratar uma operadora de viagem. O preço é o segundo fator a pesar na decisão. “Esse resultado mostra que o turista espera a melhor orientação possível sobre os destinos, as atrações e os serviços por parte do operador contratado”, diz Gabriela Aguerre, diretora de redação de VIAGEM E TURISMO.

No momento de comprar uma passagem aérea, porém, o que mais importa para o leitor de VIAGEM E TURISMO é o preço: 48% apontam esse item como o de maior relevância.

Planejamento

Segundo o levantamento, o turista brasileiro vem preparando sua viagem com mais antecedência. Na hora de programar suas férias, 36% dos participantes da pesquisa recorrem a informações de revistas de viagem. A internet vem conquistando cada vez mais espaço nesse planejamento: 34% afirmam consultar sites e blogs para buscar informações. Operadoras de viagem aparecem em 3º lugar, com 13% das menções.

Agentes e operadores de viagem, representantes dos destinos turísticos e o público participante da Feira das Américas – Abav 2011 assistiram à apresentação da pesquisa e receberam uma cópia do estudo. “A partir de agora, e cada vez mais, essa pesquisa vai servir como um livro de cabeceira para os agentes de viagem”, diz o diretor do Núcleo Turismo da Abril Mídia, Caco de Paula.

 

 

Fonte:VIAGEM E TURISMO